Ultrassonografia pode ajudar no rastreio da pré-eclâmpsia

Aproximadamente 76 mil mulheres e 500 mil bebês morrem no mundo, todos os anos, por causa da pré-eclâmpsia. A ultrassonografia pode ajudar no rastreio da pré-eclâmpsia — um dos problemas mais prevalentes durante a gestação e que mais matam mãe e feto.

A pré-eclâmpsia é causada pela hipertensão arterial, geralmente após a 20ª semana de gravidez. Ela atinge de 5 a 15% das mulheres grávidas e está associada a sintomas como cefaleia, perda ou turvação da visão e dores abdominais.

Os perigos da pré-eclâmpsia

Além de comprometer os rins e dobrar os riscos de a mulher desenvolver problemas cardíacos, a pré-eclâmpsia também pode causar edema pulmonar, eclâmpsia e até convulsões.

Para o bebê os riscos envolvem o comprometimento da placenta, com consequente restrição do crescimento intrauterino e a diminuição do líquido amniótico, que pode levar ao sofrimento fetal e ao parto prematuro.

Conheça os fatores de risco

A alta incidência e a gravidade da pré-eclâmpsia exigem a identificação precoce das pacientes com maior risco para o problema.

Os principais fatores de risco para o desenvolvimento da pré-eclâmpsia (PE) são:

  • História prévia ou familiar de pré-eclâmpsia;
  • Hipertensão crônica;
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Trombofilia;
  • Raça negra;
  • Primigestação.

Ultrassonografia no diagnóstico da pré-eclâmpsia

Simples, rápida, indolor e praticamente sem contraindicações, a ultrassonografia é o exame mais utilizado no diagnóstico da pré-eclâmpsia. A modalidade com Doppler, por exemplo, é capaz de avaliar a qualidade da circulação sanguínea nas artérias uterinas.

O que fazer para evitar a pré-eclâmpsia?

Felizmente, a maioria dos fatores de risco para a pré-eclâmpsia são modificáveis. Por isso, eliminá-los é um grande avanço para evitar o surgimento do quadro. Além disso:

  • Faça um pré-natal criterioso;
  • Monitore sua pressão e contate seu médico imediatamente, caso haja aumento da pressão;
  • Conheça seu histórico familiar sobre hipertensão, gravidez e doenças cardíacas;
  • Alimente-se bem e faça atividade física regularmente.

Sobre a Examine Agora

A Examine Agora oferece serviços de excelência em diversos tipos de ultrassonografia no Recanto das Emas, incluindo morfológica e Doppler. A clínica conta com equipamentos de alta tecnologia que permitem disponibilizar o resultado do exame on-line, para o paciente acessar quando e onde quiser. Também oferece uma estrutura agradável e atendimento humanizado para entregar, além de um diagnóstico preciso, a experiência do bem-estar.

Post anterior
Ultrassom na gravidez: quantos a grávida tem que fazer?
Próximo post
Biópsia de mama: linhas gerais

Leia também

Menu